Os alunos que frequentam a Escola Profissional de Coruche, bem como alunos finalistas do ano letivo 2015/2016, receberam dois importantes prémios de reconhecimento do seu percurso escolar.

No dia 27 de janeiro, o município de Coruche entregou os Prémios de Mérito Escolar 20/20, relativos ao ano letivo 2015/2016. A cerimónia realizou-se nos Paços do Concelho, com a presença do presidente, Francisco Oliveira, da vice-presidente, Fátima Galhardo, da presidente da direção da EPC, Salomé Rafael, da diretora pedagógica da EPC, Isabel Fidalgo, e da diretora do Agrupamento de Escolas de Coruche, Isabel Cordeiro.

Os alunos da EPC receberam uma bolsa no valor de 250 euros e foram premiados pela sua média escolar, bem como pelo seu envolvimento na comunidade escolar. Foram distinguidos: Dinis Lopes e Juliana Faria, do 10º ano; Verónica Fidalgo e Juliana Pinóia, do 11º ano; Filipe Marques e Daniela Miguens, do 12º ano.   

No dia 24 de fevereiro realizou-se a entrega do Prémio Escolar Francisco Vicente Faria, promovido pela União de Freguesias de Coruche, Fajarda e Erra. O prémio é atribuído a alunos do concelho de Coruche que prosseguem os seus estudos no ensino superior. A sua atribuição presta homenagem ao coruchense Francisco Vicente Faria, que viveu no início do século XX e que se destacou junto da população pela sua dedicação no hospital de Coruche.

Este ano, o prémio foi entregue a três antigas alunas da Escola Profissional de Coruche, finalistas do curso Técnico de Gestão no ano letivo 2015/2016. As alunas premiadas, nas categorias mérito, distinção e excelência, foram Alice Palmar, Cristiana Carvalho e Joana Louro, respetivamente. As alunas receberam prémios monetários nos valores de 500, 700 e 800 euros. A cerimónia de entrega dos prémios foi conduzida pelo presidente da Junta de Freguesia, Jacinto Barbosa, e contou ainda com a presença de Ana Ribeiro, representante da promotora deste prémio, da Presidente da Direção da EPC, Salomé Rafael, e da Diretora Pedagógica, Isabel Fidalgo. Ana Ribeiro apontou a simbologia deste prémio num contexto em que alguns alunos não prosseguem os seus estudos por motivos económicos. Já a Presidente da Direção, Salomé Rafael, reforçou a importância deste prémio como incentivo ao prosseguimento de estudos no ensino superior, dirigindo-se em particular aos atuais alunos, incentivando-os a conciliar a entrada no mercado de trabalho com o prosseguimento de estudos.